Se você e sua comunidade desejam resolver o problema de poluição e contaminação das águas de sua bacia hidrográfica, basta procurar o MINISTÉRIO PÚBLICO de sua Comarca e solicitar providências, através de uma "AÇÃO CIVIL PÚBLICA", contra os poluidores. Não tem custo algum e suas gerações futuras vão agradecer muito!

Seguidores do Blog SOS Rios do Brasil

11 de fevereiro de 2014

SABESP PEDE QUE A POPULAÇÃO ECONOMIZE ÁGUA MAS NÃO CONSERTA VAZAMENTOS NOTIFICADOS


Foto: g1.globo.com - 
Moradores reclamam do desperdício de água no local do vazamento (Foto: Washigton Franklin)

10/02/2014 

Moradores da Grande SP reclamam de 



vazamentos na rede de água


Ruas de São Paulo, Osasco e ABC apresentam vazamentos de água.
Cidades da região metropolitana enfrentam racionamento.

Do G1 São Paulo
16 comentários
Apesar dos pedidos para que a população economize água, leitores relatam vazamentos que duram mais de quatro dias em ruas de São Paulo, Osasco, Guarulhos e São Bernardo do Campo. O G1 entrou em contato com a Sabesp e as empresas responsáveis e aguarda retorno.
(Tem problema com vazamento na rede de abastecimento? Envie seu relato através do VC  no G1)
Vazamento na Avenida Felipe Pedrell (Foto: Anemaria Teles Galindo/VC no G1)Vazamento na Avenida Felipe Pedrell
(Foto: Anemaria Teles Galindo/VC no G1)
Anemaria Teles Galindo afirma que desde dezembro há um vazamento na Avenida Felipe Pedrell, na altura do número 59, no Jardim Itatiaia, Zona Sul de São Paulo. Segundo ela, técnicos da Sabesp chegaram a comparecer no local, mas o vazamento não foi resolvido.
Na Rua Arnaldo Estrela, na altura do número 395, no Jardim Campinas, na Zona Leste da Cidade, há um vazamento há 10 dias, segundo moradores. A leitora Nair Barragan de Souza afirma que técnicos da Sabesp chegaram a visitar a rua algumas vezes, mas que o vazamento ainda não foi reparado.
Na Rua Taquaral, Zona Norte de São Paulo, o leitor Ismael Lima Cabral de Oliveira, também reclama de um vazamento que persiste há 10 dias na altura do número 33 da rua. Segundo ele, os vizinhos já pediram por uma solução, mas não tiveram resposta da Sabesp.
O vazamento que, segundo Renato Félix, atinge a Rua Guavirutuba, na altura do número 45, há 20 dias foi demarcado com tinta pela Sabesp. Localizada em Taboão da Serra, a rua já foi omada pela água e, justamente por isso, a marcação da Sabesp está desaparecendo.
Vazamento na Rua Antônio Grassi, na Zona Sul de São Paulo. (Foto: Solange Santana Sodré/ VC no G1)Vazamento na Rua Antônio Grassi, na Zona Sul de
São Paulo. (Foto: Solange Santana Sodré/ VC no G1)
Desde quinta-feira (6) a leitora Solange Santana Sodré assiste a um vazamento na Rua Antônio Grassi, no Jardim Angelina, zona sul de São Paulo. O buraco com água, que começou pequeno, foi aumentando ao longo dos dias e se tornou uma cratera em frente ao ponto de ônibus da rua. Segundo Solange, moradores da região já notificaram a Sabesp e reclamam que ônibus e caminhões estão espalhando a água que se acumula no buraco.
Desde sexta-feira moradores da Rua Guilherme Valente, no Jardim Vergueiro, Zona Sul da cidade, sofrem com um vazamento na altura do número 131. Mesmo com constantes reclamações à Sabesp, o problema persistia na manhã desta segunda-feira (10).
Vazamento na Rua Barão de Paiva Manso (Foto: José Boaventura Ramos/ VC no G1)Vazamento na Rua Barão de Paiva Manso
(Foto: José Boaventura Ramos/ VC no G1)
Vazamentos também foram apontados na Rua Calipso, na Zona Sul de São Paulo, e na Rua Barão de Paiva Manso, onde uma fonte de água inunda a rua há mais de 15 dias, segundo o leitor José Boaventura Ramos.
São Bernardo
Em São Bernardo do Campo a leitora Camila Neto assistiu ao início de um
vazamento na Estrada Galvão Bueno também na sexta-feira. O problema, observado na altura do número 3004, ainda não foi resolvido, embora a Sabesp tenha dado o prazo de 24 horas para solucionar o vazamento.
Osasco
Já em Osasco, o problema foi observado na Avenida São José, na altura do número 690 e
persiste desde janeiro. Segundo a leitora Solange Maria Lopes Castelli, várias ordens de serviço já foram abertas para tentar resolver o vazamento, mas ninguém compareceu para solucioná-lo.
Também em Osasco, o leitor Ricardo Silva de Souza reclama de um vazamento que, desde o dia 27 de janeiro,atinge a Rua Sérgio Pompeo, na altura do número 216. Os moradores já notificaram a Sabesp, que afirma não ter encontrado vazamento. Segundo ele, como o bairro passa por um rodízio no abastecimento de água, o vazamento desaparece dia sim, dia não.
(Tem problema com vazamento na rede de abastecimento? Envie seu relato através do VC  no G1)

BLOG SOS RIOS DO BRASIL
ÁGUA - QUEM PENSA, CUIDA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo e deixe aqui seus comentários, idéias, sugestões, propostas e notícias de ações em defesa dos rios, que vc tomou conhecimento.
Seu comentário é muito importante para nosso trabalho!
Querendo uma resposta pessoal, deixe seu e-mail.

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. Portanto, não serão publicados comentários que firam a lei e a ética.

Por ser muito antigo, o quadro de comentários do blog ainda apresenta a opção comentar anônimo; mas, com a mudança na legislação,

....... NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS....

COMENTÁRIOS ANÔNIMOS, geralmente de incompetentes e covardes, que só querem destruir o trabalho em benefício das comunidades FICAM PROIBIDOS NESTE BLOG.
No "COMENTAR COMO" clique no Nome/URL e coloque seu nome e cidade de origem. Obrigado
AJUDE A SALVAR OS NOSSOS RIOS E MARES!!!

E-mail: sosriosdobrasil@yahoo.com.br