Se você e sua comunidade desejam resolver o problema de poluição e contaminação das águas de sua bacia hidrográfica, basta procurar o MINISTÉRIO PÚBLICO de sua Comarca e solicitar providências, através de uma "AÇÃO CIVIL PÚBLICA", contra os poluidores. Não tem custo algum e suas gerações futuras vão agradecer muito!

DIA DA TERRA 2014

DIA DA TERRA 2014
O que fizermos para o nosso PLANETA TERRA será sentido e colhido pelos nossos filhos, netos e bisnetos nas próximas décadas. Poderão ser ações destruidoras ou benéficas...lembrem-se que nossas ações serão cobradas ou valorizadas por nossas gerações futuras! <\b>

Seguidores do Blog SOS Rios do Brasil

12 de novembro de 2009

MORTANDADE DE PEIXES NO RIO ITABAPOAMA (ES) EM PLENA PIRACEMA


Barragem da Central Hidrelétrica Pedra do Garrafão
Casa de Força, onde está a turbina. ( foto divulgação)


MPF/ES quer informações sobre mortandade de peixes em barragem da central hidrelétrica Pedra do Garrafão



Os peixes da região começaram a aparecer mutilados e mortos depois do início da piracema. A turbina da hidrelétrica foi desligada

O Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF/ES) deu um prazo de 48 horas para que a Rio PCH 1, responsável pela operação da central hidrelétrica Pedra do Garrafão, construída no Rio Itabapoana, informe se a atividade da turbina daquele complexo hidrelétrico foi efetivamente interrompida, conforme determinado no último dia 4 de novembro pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O ofício à empresa foi enviado no final da tarde desta terça-feira, 10 de novembro, por fax.

O MPF quer saber também por que razão o Ibama não foi comunicado sobre a mortandade de peixes na região e se há vias alternativas para que o fluxo dos peixes durante a piracema possa ocorrer normalmente. A piracema é o período no qual os peixes sobem para a cabeceira dos rio para se reproduzir, e essas vias alternativas são uma espécie de córrego paralelo, cuja construção é obrigatória nesse tipo de empreendimento. A Rio PCH 1 também terá que informar ao Ministério Público sobre a existência de mecanismos para evitar a ocorrência de fatos semelhantes.

No último dia 3 de novembro, o MPF tomou conhecimento da ocorrência de altos índices de mortalidade de peixes nas proximidades da hidrelétrica. Naquele mesmo dia, o procurador da República Marco Mazzoni, da Procuradoria da República em Cachoeiro de Itapemirim, requisitou ao Ibama uma vistoria junto às obras do empreendimento. Ele pediu também que a autarquia se informasse sobre os fatos com a população local, especialmente os pescadores da região. A vistoria foi concluída no dia 5 e resultou na paralisação do funcionamento da turbina.

Caso se comprove a ocorrência de danos ambientais, os envolvidos podem ser responsabilizados na esfera cível. Na esfera penal também podem ocorrer punições, caso seja comprovada a prática de crime ambiental. Além dos agentes envolvidos, pessoas jurídicas também podem ser denunciadas por esse tipo de crime.

Desde junho tramita na Procuradoria da República em Cachoeiro de Itapemirim um procedimento administrativo que investiga se a construção da barragem tem relação com as constantes inundações que vêm ocorrendo nos municípios de Mimoso do Sul, Apiacá e Bom Jesus do Norte. Também estão sendo apurados eventuais prejuízos sociais aos pescadores da região, além dos danos ambientais.

* Informações da Procuradoria da República no Espírito Santo, publicadas pelo EcoDebate, 12/11/2009

INSTITUTO SOS RIOS DO BRASIL
Divulgando, Promovendo e Valorizando
quem defende as águas brasileiras!
ÁGUA - QUEM USA, CUIDA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo e deixe aqui seus comentários, idéias, sugestões, propostas e notícias de ações em defesa dos rios, que vc tomou conhecimento.
Seu comentário é muito importante para nosso trabalho!
Querendo uma resposta pessoal, deixe seu e-mail.

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. Portanto, não serão publicados comentários que firam a lei e a ética.

Por ser muito antigo, o quadro de comentários do blog ainda apresenta a opção comentar anônimo; mas, com a mudança na legislação,

....... NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS....

COMENTÁRIOS ANÔNIMOS, geralmente de incompetentes e covardes, que só querem destruir o trabalho em benefício das comunidades FICAM PROIBIDOS NESTE BLOG.
No "COMENTAR COMO" clique no Nome/URL e coloque seu nome e cidade de origem. Obrigado
AJUDE A SALVAR OS NOSSOS RIOS E MARES!!!

E-mail: sosriosdobrasil@yahoo.com.br