Se você e sua comunidade desejam resolver o problema de poluição e contaminação das águas de sua bacia hidrográfica, basta procurar o MINISTÉRIO PÚBLICO de sua Comarca e solicitar providências, através de uma "AÇÃO CIVIL PÚBLICA", contra os poluidores. Não tem custo algum e suas gerações futuras vão agradecer muito!

DIA DA TERRA 2014

DIA DA TERRA 2014
O que fizermos para o nosso PLANETA TERRA será sentido e colhido pelos nossos filhos, netos e bisnetos nas próximas décadas. Poderão ser ações destruidoras ou benéficas...lembrem-se que nossas ações serão cobradas ou valorizadas por nossas gerações futuras! <\b>

Seguidores do Blog SOS Rios do Brasil

15 de abril de 2010

SOS NASCENTES DE URUSSANGA (SC), AMEAÇADAS PELO LIXÃO DO MORRO DO RIO AMÉRICA

Igreja Matriz de Urussanga (SC)


O “Morro do Bumba” de Urussanga-SC

Ana Echevenguá

Imagino que, após a tragédia do Morro do Bumba, os “pais” do lixão do CIRSURES - Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos Urbanos da Região Sul – vão querer fugir da paternidade.

Este lixão fica no alto do Morro do Rio América, em Urussanga-SC. Quando eu escrevi a respeito, um leitor respondeu-me: “Lixão no alto de um morro???? Meu Deus, o que está gente tem na cabeça???? Percolando a sujeira... descendo para as nascentes... encostas... É inacreditável!!”

É verdade: leiam o texto quase poético do site http://www.samaeuru.sc.gov.br/cirsures.htm. Leiam já, antes que o retirem do ar. Os 6 prefeitos falando da sua obra-prima!!

Este material é uma boa prova, caso eles digam: a culpa não é minha, eu não sei de nada!! Extrai algumas maravilhas:

“... os municípios integrantes escolheram Urussanga como o local para ser implantado o aterro sanitário, recebendo, conseqüentemente, os resíduos sólidos dos demais (...) Para a escolha da área foram considerados no projeto os critérios da ABNT e da Política Nacional Para os Resíduos Sólidos Urbanos (...) O apoio da FATMA foi fundamental, da escolha da área até a sua instalação...”

Trocando em miúdos, quer dizer: a gente decidiu que o topo do Morro do Rio América – destruído pela mina de carvão abandonada – era o local ideal. E mandamos a FATMA2 providenciar a licença. Nossos problemas com os lixões acabaram: vai ficar tudo lá em cima do morro, bem escondido; e ninguém vai mais reclamar de mau cheiro, urubu, mosca... os catadores não vão falar nada porque sabem que, se abrirem o bico, perdem o trabalho!

Tinham tanta certeza da impunidade que até admitiram a destruição de 16 hectares com a formação de lixões nas suas cidades.

Ta lá no site, gente: não to inventando nada! Tem até promessas que jamais serão cumpridas. Coisa típica de prefeito!

“... utilização de uma área de degradação ambiental provocada pela mineração de carvão, para promover a sua recuperação durante a utilização como aterro sanitário...”

“... O plano social básico proposto por este projeto visa possibilitar outras habilidades profissionais aos catadores de lixo de cada município cujo sistema de lixão será desativado....”

“... convênio com a EPAGRI, que oferecerá cursos profissionalizantes e treinamentos. As prefeituras comprometeram-se também em engajar estes trabalhadores nas atividades de produção de mudas nos hortos florestais...”

“... A recuperação dos lixões acontecerá no decorrer da implantação deste projeto, visando minimizar os efeitos negativos sobre o meio ambiente, degradados pela deposição dos resíduos sólidos...”

O asfalto prometido pro pessoal da beira do morro não consta ali. Tanto faz: não ia ser cumprido mesmo!

Agora, é pegar o nome dos “6 pais do lixão” do CIRSURES (que não consta no site), mais o nome dos que continuaram alimentando o lixão; e fazer um dossiê para apurar a responsabilidade civil, administrativa e criminal de cada um. E torcer para que o Ministério Público e Poder Judiciário cumpram sua obrigação.

O jornal Extra/RJ fez isso com o caso do Morro do Bumba: A seguir, o Extra mostra as responsabilidades de cada um dos homens públicos na matança”. Confiram:

OS CONSTRUTORES DA CIDADE DO LIXO. JORNAL EXTRA/RJ - 11/04/2010 - A chuva não foi a única culpada pela tragédia de Niteroi. A catástrofe tem impressões digitais. Ela começou desenhada, quando as autoridades levaram serviços públicos a montanha de lixo, incentivando sua ocupação por pessoas (eleitores) humildes. A seguir, o Extra mostra as responsabilidades de cada um dos homens públicos na matança.

OS ENGENHEIROS

Leonel Brizola - Em seu segundo mandato, o governador foi o grande incentivador da criação de um bairro sobre o antigo lixão. Em 1992, utilizou um helicóptero para transportar uma caixa d'agua da CEDAE. E também levou luz, no extinto programa "Uma luz na Escuridão", da antiga Companhia de Eletricidade do Rio de Janeir

Jorge Roberto Silveira (PDT) - Como prefeito é o responsável por decidir como e para onde a cidade deve crescer. Portanto, deveria impedir o governo do estado de levar serviços públicos ao lixão. mas sempre foi aliado e também incentivou a ocupação do lixão, levando creche, escola, posto de saúde (no programa Médico da Família) e calçamento. Assumiu a prefeitura em 1989 e, desde então, nunca viu um político de oposição lhe roubar o poder. Já foi prefeito quatro vezes e elegeu dois sucessores.

João Sampaio (PDT) - Sucedeu Jorge Roberto Silveira na prefeitura de quem é aliado até hoje. Ele manteve a política de Jorge Roberto de fazer melhorias no lixão e, em 1996, realizou obras de urbanização na montanha de lixo para dar um aspecto de bairro no local. João Sampaio é Urbanista.

OS AJUDANTES

Moreira Franco (PMDB) - Ex-prefeito da cidade, fechou o lixão em 1982, mas não deu uma destinação a área, nem apresentou um planto de recuperação. Governou Niteroi entre 1983 e 1989.

Waldenir Bragança - Sucessor de Moreira, falhou na coibição de instalação de moradias na favela, apesar de ter retirado alguns moradores de lá através da Defesa Civil. Foi prefeito entre 1983 e 1989.

Godofredo Pinto (PT) - Não relizou obras ali, mas contratou o Instituto de Geociências da UFF, em 2004, para um estudo de contenção de encostas. O levantamento condenou a área do Bumba e recomendava a retirada das famílias que viviam sobre o lixão, transferindo-as para terrenos vizinhos, sem risco de deslizamentos. Mas ele nada fez. Foi eleito vice-prefeito de Jorge Roberto e assumiu a prefeitura em 2002, sendo reeleito, com o apoio de Jorge Roberto.

JORGE ROBERTO SILVEIRA (PDT) - filho do ex-governador do Rio de Janeiro, Roberto Silveira e sobrinho do também ex-governador Badger da Silveira...”

1 - http://www.samaeuru.sc.gov.br/cirsures.htm

2 - FATMA é o órgão ambiental da esfera estadual do Governo de Santa Catarina.

Ana Echevenguá, advogada ambientalista, coordenadora do programa Eco&Ação, presidente do Instituto Eco&Ação e da Academia Livre das Água, e-mail: ana@ecoeacao.com.br, website: www.ecoeacao.com.br.

Ana Echevenguá - ana@ecoeacao.com.br
Instituto Eco&Ação - www.ecoeacao.com.br
(48) 91343713 - Florianópolis - SC.


INSTITUTO SOS RIOS DO BRASIL
Divulgando, Promovendo e Valorizando
quem defende as águas do Brasil!
ÁGUA - QUEM USA, CUIDA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo e deixe aqui seus comentários, idéias, sugestões, propostas e notícias de ações em defesa dos rios, que vc tomou conhecimento.
Seu comentário é muito importante para nosso trabalho!
Querendo uma resposta pessoal, deixe seu e-mail.

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. Portanto, não serão publicados comentários que firam a lei e a ética.

Por ser muito antigo, o quadro de comentários do blog ainda apresenta a opção comentar anônimo; mas, com a mudança na legislação,

....... NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS....

COMENTÁRIOS ANÔNIMOS, geralmente de incompetentes e covardes, que só querem destruir o trabalho em benefício das comunidades FICAM PROIBIDOS NESTE BLOG.
No "COMENTAR COMO" clique no Nome/URL e coloque seu nome e cidade de origem. Obrigado
AJUDE A SALVAR OS NOSSOS RIOS E MARES!!!

E-mail: sosriosdobrasil@yahoo.com.br