Seguidores do Blog SOS Rios do Brasil

21 de novembro de 2008

É O FIM: A ESCASSEZ NO PIAUÍ ELEVA PARA R$ 2,00 O LITRO DA ÁGUA PARA CONSUMO GERAL


Litro de água custa R$ 2,00 no Piauí

Dionísio Carvalho - REBIA Nacional - 21/11/08

Como já cantava Guilherme Arantes, água é fertilidade, vida e alegria. Dessa forma, a cada dia é preciso que haja uma forma de agir urgente sobre um produto existente no mundo, que antes era considerado renovável, hoje os estudiosos já o tratam como não renovável.

Diante disso, a escassez de água no Piauí tem causado prejuízos para famílias no interior do Estado. Além de sofrer com a falta de alimentos, os moradores estão tendo que pagar até R$ 2,00 por litro de água para consumo, segundo denunciou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, José Domingos Macedo, da cidade de São João do Piauí, a 486 Km de Teresina.

Ele afirmou que um carro-pipa que comporta sete mil litros de água é vendido por valores entre R$ 90,00 e R$ 150,00. A água é retirada de um poço localizado em fazenda particular que fica a 21 Km da comunidade em que mora. Cada caminhão que entra para abastecer paga R$ 5,00.

De acordo com o José Domingos Macedo, os animais estão morrendo também por falta de água. Muitos dos trabalhadores sobrevivem deste tipo de criação, mas a água que chega à comunidade só é suficiente para o consumo humano.

A cidade está sendo abastecida com 200 "carradas" de água por mês, quando o ideal seria no mínimo 350. Em São João do Piauí, 41 comunidades que estão cadastradas em programas do governo federal sofrem com a falta de água.

Casos como estes obrigam as pessoas a pensarem, pois “o volume de água existente hoje na terra é de 1,36 bilhões de quilômetros cúbicos, 97% é de água salgada,3% de água potável, sendo que deste percentual 2% é de geleiras e 1% estão nos rios, atmosfera, áreas subterrâneas e que o homem de certa maneira pode utilizar, embora na maioria das vezes com muita dificuldade”. Está afirmação é de Carlos Gomes Correia Lima, engenheiro civil e professor do Departamento de Recursos Hídricos e Geologia Aplicada da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Carlos Gomes Correia Lima, engenheiro civil e professor do Departamento de Recursos Hídricos e Geologia Aplicada da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Antônio Reinaldo Soares Filho, geólogo e especialista em águas subterrâneas do Serviço de Geologia do Brasil para o Piauí e Maranhão (CPRM), explica que o Piauí possui três grandes aqüíferos: Serra Grande, Cabeças e o Poti Piauí, porém o mal uso da água está gerando a escassez do produto no Estado.

“As perfurações clandestinas de poços feitas sem controle associadas à utilização da água de forma irracional está provocando um desequilíbrio na natureza”, esclareceu o hidrogeólogo. De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), a escassez de água no mundo é agravada em virtude da desigualdade social e da falta de manejo e usos sustentáveis dos recursos naturais.

AGESPISA

Em Teresina, todos os anos, devido ao forte calor do B-R-O BRO, a Agespisa aumenta em cerca de 22% a sua produção, o que representa 42 milhões de litros de água por dia a mais para atender a demanda. Nos outros meses a empresa produz, em média, 190 milhões de litros diariamente. Agora, esse volume chega a 232 milhões.

No entanto, apesar das campanhas de conscientização para os usuários buscando evitar o desperdício de água, a Agespisa ainda registra atualmente uma perda de 50% da água que produz em Teresina, bem acima da perda aceitável, que é de 20 a 30% diariamente.

Fonte: Leia mais: cidadeverde.com

INSTITUTO SOS RIOS DO BRASIL
Divulgando, Promovendo e Valorizando
quem defende as águas brasileiras!
ÁGUA - QUEM USA, CUIDA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo e deixe aqui seus comentários, idéias, sugestões, propostas e notícias de ações em defesa dos rios, que vc tomou conhecimento.
Seu comentário é muito importante para nosso trabalho!
Querendo uma resposta pessoal, deixe seu e-mail.

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. Portanto, não serão publicados comentários que firam a lei e a ética.

Por ser muito antigo, o quadro de comentários do blog ainda apresenta a opção comentar anônimo; mas, com a mudança na legislação,

....... NÃO SERÃO PUBLICADOS COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS....

COMENTÁRIOS ANÔNIMOS, geralmente de incompetentes e covardes, que só querem destruir o trabalho em benefício das comunidades FICAM PROIBIDOS NESTE BLOG.
No "COMENTAR COMO" clique no Nome/URL e coloque seu nome e cidade de origem. Obrigado
AJUDE A SALVAR OS NOSSOS RIOS E MARES!!!

E-mail: sosriosdobrasil@yahoo.com.br

Postar um comentário